A última visita à Ribeira das Jardas

No dia 5 de junho, os alunos do 8.º A da Escola Padre Alberto Neto realizaram a última visita de campo à Ribeira das Jardas.

Estes alunos, em conjunto com os professores de Ciências Naturais, de Físico-Química, de Português, de Educação Visual, de Educação Física, com o Sr. Carlos Almeida e com a Dra. Arlete, no âmbito do projeto “Escola Azul-Projeto Rios”, fizeram diversas atividades abrangendo as várias disciplinas que participaram nesta visita. Assim, com as professoras de Ciências Naturais e Físico-Química, os alunos verificaram os parâmetros da água do rio e investigaram os seres vivos existentes naquele meio aquático. Na companhia da professora de Educação Visual, foi desenhada pelos alunos a Ribeira das Jardas. Juntamente com o Sr. Carlos Almeida, os alunos observaram várias espécies de aves e borboletas. Passaram também pelo o circuito de manutenção do parque de Fitares, no qual realizaram atividades propostas pela professora de Educação Física. Seguiu-se uma breve pausa, na qual se reabasteceram energias com um lanche partilhado. Por último, os alunos apresentaram o texto dramático que tinham escrito nas aulas de Português e cujo tema era o meio ambiente. A chegada à escola foi às 14:30h.
Aqui ficam algumas fotos da atividade:

Anúncios

Saída de campo à Praia das Avencas

IMG_20190507_095401 (1)IMG_20190507_091629 (1)

No dia 7 de maio nós, alunos da turma 8.º D, fomos à praia das Avencas, situada na Parede, na continuação do nosso projeto da Escola Azul.

Partimos da escola às 8h30m e demorámos cerca de 45 minutos até à Parede.

Saímos do autocarro na praia da Parede e fomos a pé até à praia das Avencas. Quando chegámos, vimos que havia, nas zonas rochosas, uma zona cheia de algas verdes. Reunimo-nos com os biólogos da Câmara de Cascais, o Francisco, a  Mariana e  Bárbara E organizámo-nos em 2 grupos: um com a Professora Ana Cristina Pereira e o outro com a Professora Sandra Gomes. Eu fui com a Professora Sandra Gomes no grupo da bióloga Mariana.

Vimos a alga vermelha invasora, anémonas, caracóis-marinhos do género Melarhaphe, alfaces-do-mar, camarões pequenos que tinham o corpo transparente, entre outros.

O que mais gostei foi o ofiorídio, que tinha o aspeto de uma estrela-do-mar negra e que andava mais rápido do que as estrelas-do-mar.

O que dificultou a visita foi estar a chover, porque fez com que as algas e as pedras ficassem escorregadias.

Às 12h30m voltámos ao autocarro e chegamos à escola as 13h.

Na aula de Português, eu fiz esta notícia para o blogue do Projeto Escola Azul e a minha colega Luísa António fez a notícia para o jornal 100 Letras!

Tiago R.

Porque só temos este planeta para viver

Aqui fica a descrição de uma atividade do JI de uma das escolas do agrupamento.

Como sabem, durante o segundo período, fizemos a recolha do lixo de plástico produzido pelas famílias dos nossos meninos.

Em Conselho (isto é, reunidos em grande grupo, tomamos as decisões que entre outras se prendem com o planeamento) decidimos fazer uma baleia com todo o lixo recolhido. Esta instalação teria como objetivo chamar à atenção de toda a comunidade escolar para a dimensão do flagelo a que chamamos “PLÁSTICO”. Como sabem, o plástico que consumimos, mesmo reciclado, já não desaparece do nosso planeta, isto é, será para sempre a marca da nossa pegada ecológica.

Posto isto, informamos que recolhemos 24,6 kg de lixo plástico… (pesado por nós). É muito lixo!

Como somos 22 pessoas na nossa sala, estes 24,6 kg representam mais do que 1 kg de lixo plástico por pessoa, em três meses… imaginem isto multiplicado por todas as pessoas desta escola e durante um ano inteiro… Fazemos mesmo muito lixo…!

Ao fazermos a escultura de uma baleia, quisemos dar o recado da emergência climática em que nos encontramos, pois inúmeras espécies marinhas estão ameaçadas pelo plástico que consumimos e que vai parar ao mar.

Depois deste trabalho era importante fazer, junto da comunidade, uma campanha de sensibilização para este problema… foi o que fizemos! A M. propôs fazermos um panfleto e irmos distribuí-lo para a rua. E foi o que fizemos na sexta-feira, junto das outras turmas da escola e na rua.

Ser cidadão não é algo que se construa com lições de cidadania, mas sim exercendo-a através da intervenção social e da participação na vida da comunidade. As crianças têm ideias e opiniões sobre o mundo que as rodeia e sobre as soluções para cada problema A forma como nós aqui na sala nos organizamos, pensando em conjunto soluções para problemas comuns a todos, promove o envolvimento de cada um na procura do bem comum. E assim se exerce a democracia e a cidadania.

Surfando a Maré

No passado dia 11 de março, dois alunos da EB n.º 2 de Rio de Mouro, associados a cerca de uma centena de alunos mais crescidos, foram à praia de S. João do Estoril no âmbito da atividade “Surfando a Maré” do projeto “Escola Azul”.

Estes alunos, em representação desta escola, participaram em diversas atividades: prática desportiva no areal, declamações de poesia relacionadas com os oceanos, exploração da zona rochosa na descoberta de animais e plantas e recolha de lixo.

Na escola, no dia seguinte, preparámos uma apresentação com fotografias e informações recolhidas na praia que apresentámos a todas as turmas da escola. No recreio, construímos uma pequena “praia” com elementos da Natureza recolhidos no dia anterior: areia, água, pedras, conchas, algas; mas também o lixo recolhido e realizámos um jogo para os alunos identificarem o que deve ou não pertencer a uma praia limpa.

Foram dois dias maravilhosos. Esta partilha deu início a diversas pesquisas, trabalhos de projeto e atividades desenvolvidas ao nível da escola e das famílias.

Prof. Paula Loureiro

Apresentação do projeto «Cartas de Neptuno»

Na passada semana, dia 24 de abril, a nossa escola esteve presente na sessão de apresentação dos Projetos Ler+ Mar, que decorreu no auditório do Jornal Público, em Lisboa. A apresentação do nosso projeto «Cartas de Neptuno» esteve a cargo da Inês e do Tomás, que produziram ao vivo uma emissão do programa de Rádio «Minuto Azul», da Rádio Onda Jovem.

A sessão contou ainda com uma visita guiada à redação do Jornal Público e uma visita à Caravela Vera Cruz.

 

 

Um olhar sobre a praia – Exposição

No passado mês de março, diversas turmas do agrupamento, do pré-escolar ao ensino secundário, fizeram uma visita de estudo à Praia de São Pedro do Estoril, no âmbito dos Projetos Escola Azul e Ler+ Mar.

Na sequência da visita, a Sala 2 do Jardim de Infância de Rio de Mouro n.º 1, produziu um conjunto de aguarelas que testemunham um olha sobre a praia dos nossos pequenos artistas e que vos convidamos a visitar.convite exposição

Aqui fiam algumas fotos da exposição e um convite para visitar o blogue da educadora Manuela Guedes.

Projeto “Rios” – saída de campo

Jornal_2ªSaídaNo dia 26 de março, a turma A do 8.º ano da Escola Padre Alberto Neto realizou a segunda saída de campo à Ribeira das Jardas, no âmbito do projeto nacional “Rios”, integrada nas atividades da Escola Azul e Eco-escolas do Agrupamento de Escolas Leal da Câmara.

A turma dirigiu-se ao parque de Fitares, onde realizou diversas atividades, nomeadamente e a identificação de elementos naturais e humanos da paisagem, a análise da água do rio, a observação das várias espécies de aves e borboletas bem como de algumas espécies que habitam a ribeira, e a estimativa da área ocupada pelas plantas mais características. Pelo caminho, foi feita a construção do mapa mental do percurso da escola até aos vários troços da ribeira e, durante toda a atividade, o registo fotográfico.

Esta visita abrangeu as disciplinas de Ciências Naturais, Físico-Química, Matemática e Geografia. O Sr. Carlos Almeida acompanhou a turma para ajudar os alunos a identificar as características das diferentes espécies de aves e borboletas.

Aqui ficam mais algumas fotos.

Alunos do 8.º A

Somos Escola Azul!

CAM00467

O Agrupamento de Escolas Leal da Câmara é já oficialmente Escola Azul. Temos as seis escolas do agrupamento a trabalhar intensamente com várias turmas em atividades ligadas à temática da sustentabilidade dos nossos oceanos. Neste contexto, está a ser desenvolvido o projeto Mare Nostrum Est, ao qual está intimamente ligado o projeto Cartas de Neptuno no âmbito do Ler+ Mar do Plano Nacional de Leitura 2027.

No dia 7, por volta das 9:45 horas aconteceu o hastear da bandeira e o descerramento da placa Escola Azul na presença de representantes da Junta de Freguesia de Rio de Mouro, do Diretor do Agrupamento de Escolas Leal da Câmara, Professor Jorge Lemos, dos alunos embaixadores Escola Azul, da Direção da Associação de Estudantes, de representantes do Conselho Geral do Agrupamento, dos coordenadores e dinamizadores do projeto de diversas escolas e ainda de diversos alunos das turmas envolvidas.

A todos se agradece a honra da sua presença e se desejam as maiores felicidades no percurso da promoção da literacia dos oceanos. O planeta assim o exige!

Equipa Escola Azul

Conferência sobre Microplásticos nos Oceanos

Na passada quarta-feira recebemos na escola a cientista Filipa Bessa, investigadora do MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente da Universidade de Coimbra.

A nossa convidada falou do seu trabalho de investigação no âmbito dos micro e nos nanoplásticos, do problema que eles representam para os oceanos e consequentemente para os seres humanos, e apresentou algumas das soluções para enfrentar esses problemas.

A Prof. Dra. Filipa Bessa apresentou ainda a recentemente lançada aplicação sobre lixo marinho – lixomarinho.app, tendo convidado todos os alunos a participar. Também disponível no facebook e Instagram, esta app permite a contagem simples e mapeamento de lixo marinho em praias da costa portuguesa, nomeadamente em eventos de limpeza dos areais, visando funcionar como observatório nacional de lixo marinho.

App_lixo-marinho_1.jpg

No decurso da Conferência, foi ainda apresentado o Concurso de Fotografia sobre o Mar, dinamizado pelo Núcleo de Fotografia da ESLC, e para qual estão convidados a participar todos os alunos do 3.º ciclo e do Ensino Secundário do Agrupamento.

Como habitualmente, os alunos presentes fizeram a avaliação da sessão, cujos resultados podem ser consultados aqui: Palestra Filipa Bessa – avaliação da sessão. e onde se constata que 90% dos alunos considera ter aprendido muito com a sessão.

Balanço da mesa redonda «O Mar na Ciência e na Literatura»

Na passada quarta-feira, 13 de fevereiro, decorreu no auditório da Escola Secundária Leal da Câmara a mesa redonda «O Mar na Ciência e na Literatura», com a presença da escritora Deana Barroqueiro e dos cientistas Ana Rita Lopes e Tiago Grilo.

Temas como a sustentabilidade dos oceanos, os efeitos do aquecimento dos oceanos e a economia azul cruzaram-se com o papel do mar na literatura e na história de Portugal, num debate muito interessante e participado.

Ana Rita Lopes e Tiago Grilo falaram do seu trabalho no MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente da Universidade de Lisboa, e Deana Barroqueiro evocou a figura de Fernão Mendes Pinto, protagonista de O Corsário dos Sete Mares, obra que foi lida este ano letivo pelos alunos participantes no Concurso de Leitura.

A  avaliação da mesa redonda pelos alunos reflete o impacto positivo da atividade, com uma larga maioria a mostrar um grau de satisfação elevado.

Aqui ficam algumas imagens do evento: