Microplásticos nos Oceanos – Palestra com Filipa Bessa

Na próxima quarta-feira, 20 de fevereiro, vamos receber, no auditório da Escola Secundária Leal da Câmara, a investigadora Filipa Bessa, para uma palestra sobre os Microplásticos nos Oceanos. Trata-se de mais uma atividade dos projetos Ciência, Biblioteca e Cidadania, Ler+ Mar e Escola Azul.

cartazfilipabessa

 

FilipaB

Bióloga, Mestre em Ecologia Marinha e Doutorada em Biociências pela Universidade de  Coimbra, Filipa Bessa é atualmente é investigadora no MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente da Universidade de Coimbra –  e a sua investigação é dirigida à avaliação da poluição por microplásticos nos ambientes marinhos e costeiros e as suas interações com espécies aquáticas. Tem participado em vários projetos nacionais e internacionais sobre esta problemática, e atualmente é membro do comité de cientistas responsáveis pelo acompanhamento do estado da arte do grupo “Micro e nano plásticos” que apoia a Comissão Europeia.

Em paralelo, tem desenvolvido iniciativas de comunicação de ciência para o público em geral (workshops, palestras e exposições temáticas), e participa em projetos e ações de sensibilização ambiental direcionada para a temática do lixo marinho.

Partindo de um gosto pessoal pela fotografia, tem produzido exposições pop-up de composições de imagens macro que vai captando no laboratório, que transmitam conceitos científicos e aproximem o público da Ciência.

Foi a vencedora do concurso de fotografia macro, organizado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, no âmbito da campanha Clean Seas, com a fotografia intitulada “SeaPlasticSalt”.

Anúncios

Água engarrafada ou água da torneira?

O tema da água é fulcral ou não fosse essencial à vida na Terra. A sustentabilidade associada ao abastecimento público, quer através da canalização, quer pelo engarrafamento e distribuição comercial, é uma questão que merece atenção, sobretudo, atendendo a que nos últimos anos tem vindo a crescer o consumo de água engarrafada, muito pela ideia que se tem generalizado de que é melhor para a saúde por não ser sujeita a tratamento químico. No entanto, a quantidade incomensurável de resíduos provocados pela acumulação de garrafas e tampas obriga a repensar, a olhar o problema e a tomar uma decisão devidamente fundamentada. Este foi o tema proposto à preparação de uma sessão em role-playing, com diferentes papéis da sociedade, numa turma de alunos de 11º ano de ciências e tecnologias, no contexto da disciplina de Física e Química A.

Abordaram-se argumentos económicos, científicos, sociais, éticos e apresentaram-se diferentes soluções para os diferentes problemas abordados.

Acima de tudo, a discussão permitiu esgrimir vários argumentos que, para a grande parte da plateia, eram novos, servindo para clarificar um problema da sociedade. Deste modo, contribuiu-se para uma tomada de decisão fundamentada, ao mesmo tempo que se sensibilizou a comunidade para um grave problema ambiental.

A avaliação feita antes e depois da sessão mostrou um impacte deveras positivo na opção pela água da torneira, sobretudo pelo grave problema ambiental causado pela acumulação de plástico nos oceanos.

Acredita-se que estas “pequenas gotas” são importantes para construir o “oceano” da sustentabilidade do planeta.

Arlete Cruz

Dia de Cidadania no AELC

Dia 27 de abril de 2018, pela manhã, no campo de jogos de Rio de Mouro, todos ou quase todos os jovens da Leal responderam à chamada. É preciso saber o que fazer quando estamos perante alguém em paragem respiratória. E foi com este propósito que no agrupamento se acolheu o movimento começado por alguém que sofreu com uma vítima que poderia ter sido socorrida se os jovens do nosso país tivessem este tipo de formação. O Agrupamento de Escolas Leal da Câmara foi sensível e por aqui aconteceu, com o apoio da CMS, da Junta de Freguesia de Rio de Mouro, do Hospital Fernando da Fonseca, o mass training no âmbito do projeto “Salva uma vida, aprende os 3C’s”.

E foi comovente! Uma enorme massa humana e jovem, com empenho e afinco no treino para salvar vidas.

É este o caminho da cidadania. Estamos cá uns para os outros.

Arlete Cruz

Guiões de Educação Género e Cidadania

Estes documentos de orientação pedagógica constituem uma iniciativa da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG), apoiada pelo POPH, através do Eixo 7 – Igualdade de Género, ao nível da sua conceção e da sua publicação e apoiada, pela Direção Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular (DGIDC), que validou a adequação do seu conteúdo ao currículo e às orientações curriculares do Ministério da Educação.

Pré-escolar

1.º Ciclo

2.º Ciclo

3.º Ciclo